quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Dúvidas!



Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus.

Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma crerei.
João 20:24-25


Se há uma pessoa que passou para a história como o maior incrédulo existente, o seu nome é Tomé.

De incrédulo para teimoso, foi um pequeno salto. Hoje, quando alguém dúvida de alguma coisa que é óbvia, logo se escuta: "Deixa de ser Tomé!". Tudo isto por causa de uma situação que, se eu ou voce estivesse no mesmo lugar, talvez, agiria da mesma forma.

Tomé era um dos discípulos de Jesus, conhecido como Dídimo, "o gêmeo". Em Jerusalém Jesus havia sido preso, crucificado, estava morto e enterrado. Na cabeça de Tomé, ainda era viva a cena quando Jesus havia decidido ir a Judeia. O clima era de morte. Ao ouvir a decisão de Jesus, seu comentário foi "Vamos também para morrermos com Ele" (João 11.16). Pessimista? Não, realista. Ele sabia muito bem o que significava cair nas mãos dos judeus e autoridades romanas.

Em outro momento, quando Jesus disse aos discípulos que ia preparar o lugar, para que estivessem todos juntos e que eles conheciam o caminho, Tomé perguntou: "Senhor, não sabemos para onde vais, como podemos então saber o caminho?" (João 14.5).

Este era o Tomé, guiado por seu instinto, dúvidas e circunstâncias. Ao menos era sincero.

Quando Jesus ressuscitou e apareceu aos discípulos, Tomé não estava com eles.





Ao ouvir o relato da ressurreição de Jesus, duvidou. Então veio a famosa frase: "Se eu não vir as marcas dos pregos em suas mãos, não colocar o dedo onde estavam os pregos, e não puser a minha mão no seu lado, não crerei." (João 20.25).



Tomé, na verdade, confiava nele mesmo, aonde a sua mão alcançava. Seu tato era o referencial da verdade. Apesar de Tomé estar determinado a não crer, Jesus se apresentou a ele e lhe ensinou o caminho da fé. A lição que deveria ter aprendido em quase 3 anos andando com Jesus, aprendeu em alguns segundos.


Felizes os que não viram e creram. Fé é acreditar nas coisas que não se vêm. Mas, se como Tomé, você quiser uma prova de Jesus, Ele virá até você, se apresentará de uma forma tal que dissipará todas as suas dúvidas e deixará em seu coração Sua marca eterna, numa Experiencia com Deus que será inesquecível.

Que as mãos do Senhor te envolva com Seu Incomparável Amor.













domingo, 25 de dezembro de 2011

Tente Outra Vez

Lucas
Lucas 5:5


E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede. 


O trabalho foi dura! Simão Pedro e seus amigos, haviam trabalhado a noite inteira, buscando sucesso. O sucesso chamava-se "peixe". Acreditavam que naquele lugar havia peixes em quantidade suficiente para recompensar o esforço. Era só uma questão de tempo. Todavia, a noite passou mais rápida que esperavam. Quando o dia se anunciava o fracasso estava estampado em seus rostos. Como explicar aos seus familiares, chegar em casa sem nada? O que diriam os vizinhos, parentes e amigos?


Foi então que Jesus surgiu. Aproximou-se e pediu para entrar no barco de Simão, que estava ali, junto de outro barco e estavam lavando as redes desanimados e abatidos.




Sentado, do barco, Jesus ensinou o povo. O que será que passava pela cabeça de Pedro enquanto Jesus falava? De fato, era um discurso como nunca havia ouvido. Jesus completa a ideia e pede a Simão que se dirija as águas e lance as redes para pescar. Naquele momento a cena se repete na cabeça de Pedro. Trabalhar tanto para não dar em nada. Valeria a pena? Todavia embalado pelas palavras de Jesus que acabara de ouvir, Pedro aceita o desafio. 






Baseado no que Jesus dissera, lança as redes e a pesca é maravilhosa.








Neste momento, diante do Senhor, Simão reconhece a sua condição de homem pecador, cuja lógica fora suplantada pela fé. 




  A palavra hoje é para você tentar outra vez, naquela situação que você falhou o Senhor Jesus está dizendo "lançai a rede outra vez".


Mas há um porém, dessa vez Jesus estava no barco. E antes disso, primeiro Simão serviu ao Senhor emprestando o barco para que Ele se assentasse para ensinar a multidão que O estava apertando. E Simão ficou ali, aparentemente perdendo tempo, mas ele estava tão cansado e desanimado que simplesmente ficou ali, porém estando assim ouvia as palavras do Senhor, sentiu o poder que emanava Dele e alicerçado pela palavra do Mestre foi ao mar novamente e lançou a rede. E o final você já sabe. Uma pesca maravilhosa!!!! 


Tenha essa Experiencia com Deus, pois baseados na fé, temos a permissão de Deus para tentar outra vez. 


Que a abundância do Senhor seja derramada sobre a sua vida hoje e sempre.








segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

A agitação do dia a dia

Lucas 10

38) Quando Jesus e os discípulos continuavam em seu caminho para Jerusalém, chegaram a uma aldeia onde uma mulher chamada Marta deu-lhes hospedagem em sua casa.
 39) Tinha ela uma irmã chamada Maria, e esta quedava-se aos pés de Jesus a ouvir-lhe os ensinamentos.
 
40) Porém Marta tinha gênio diferente e se agitava de um lado pro outro, preocupada com o jantar que estava preparando. Então ela veio a Jesus e disse: "Senhor, não Lhe parece injusto que minha irmã fique só sentada aqui, enquanto eu faço o trabalho todo? Diga-lhe que venha me ajudar" .
.41) Mas o Senhor lhe disse: "Marta, Marta, andas inquieta e te preocupas com muitas coisas.
  
42) Há realmente apenas uma coisa necessária com que devemos nos preocupar. E Maria descobriu o que é, e ninguém pode tirar isso dela!"
Podemos olhar esse relato como algo que aconteceu há mais de 2000 anos e assim permanecermos distantes da Palavra, ou podemos nos identificar com Marta e Maria e também nós sermos visitados por Jesus Cristo e aprendermos com Ele.

Somos parecidos com Marta: agitados, ansiosos e preocupados. Marta está como muitos de nós, estressada. Marta está cheia de boas intenções, ela quer servir ao Mestre e receber bem seus convidados. Mas, fica dividida entre fazer o jantar e estar na sala com o Senhor. Não demora muito e se irrita com Maria, que simplesmente senta-se aos pés de Cristo para estar com Ele e ouvi-Lo.

Buscamos o reconhecimento através do desempenho. Queremos servir e trabalhar e acabamos nos envolvendo com mais do que podemos dar conta.
Maria escolhe parar. Não se trata simplesmente de um tempo com Cristo. Mas de uma chance única, pois na época, os rabis não aceitavam mulheres "assentadas aos seus pés", expressão que indica a aceitação de um discípulo por parte de um mestre. Ela pára, separa o tempo necessário e ouve com atenção.


Será que temos um tempo assim? Tempo de qualidade, de parar, desligar telefone, celular, para estar a sós com o Senhor e ouvi-Lo com atenção? Ouvindo e falando com Ele na intimidade do nosso coração, no recolhimento, na solitude, na quietude. 

Jesus Cristo se dirige a Marta chamando-a pelo nome duas vezes. Assim o Senhor nos chama pelo nome,  quantas vezes forem necessárias até ter nossa atenção. Ele quer que aprendamos sobre a tirania do urgente que nos impede de ver o essencial. Ele não está interessado em nosso desempenho, mas que estejamos presente, que O ouçamos e que O amemos. 
Jesus Cristo busca nosso afeto e não se impresssiona com a nossa performance. Seu amor incondicional nos liberta dessa identidade funcional. A disposição do trabalho de Marta era louvável, pois alguem deveria fazer o jantar, e Maria não poderia ficar para sempre aos pés de Jesus. Para tudo há um tempo.


Há tempo de se recolher para orar e há tempo de sair para o trabalho. Há tempo de meditação e há tempo de ação. Reconciliar essas duas irmãs em nosso coração significa trabalhar como Marta, mas com o afeto de Maria.


Separe alguns minutos do seu tempo para ter esse encontro com Jesus, essa Experiência com Deus. 

Que a doce paz do Senhor Jesus Cristo esteja com todos voces. 




quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

TRIÂNGULO AMOROSO



1 João 4
7) Queridos amigos, acostumemo-nos a amar-nos uns aos outros, pois o amor provém de Deus e aqueles que amam e são bondosos, mostram que são filhos de Deus, e que estão conseguindo conhecê-lo melhor ainda.
8) Mas se alguém não ama nem é bondoso, isso demonstra que ele não conhece a Deus. Porque DEUS É AMOR.
9) Deus mostrou quanto nos amou, enviando o seu único Filho a este mundo pecaminoso para trazer-nos a vida eterna por meio da sua morte.
10) Nesta atitude nós vemos o que é o amor verdadeiro: não é o nosso amor por Deus, mas sim o Seu amor por nós, quando nos enviou o seu Filho para pagar pelos nossos pecados.

TRIÂNGULO AMOROSO

Não, não é o que parece, mas algumas pessoas gostam de triângulos. Pensam que teriam algum poder especial. Por quê será? 
A Geometria ensina que "três pontos definem um plano". Por isso, andar de triciclo é mais fácil do que de bicicleta. Um banquinho com três pés não balança como uma cadeira com quatro, que deveria ser mais estável. O triângulo dá ideia de firmeza.
Mudando de assunto: O amor é excelente motivo para agir, concorda? Difícil fazer coisas ruins por amor. Sempre procura fazer bem a alguém, nem que seja a mim mesmo. Nada como o amor para tornar a vida boa.

 Há quem perca o juízo "por amor", cometendo injustiças "por amor", matando "por amor". Qual será o problema? Juntemos as pontas, e montemos o triângulo amoroso.


Jesus mostra os três lados do amor: Amar a Deus, Amar a si mesmo e Amar ao próximo. Somente NESSE TRIÂNGULO o amor fica perfeito e equilibrado. Quando amamos sem um desses elementos - o amor entorta.


  • Amar somente a Deus gera fanatismo. 
  • Amar somente o próximo é suicídio. 
  • Amar somente a si mesmo é egoismo. 
  • Amar a si e ao próximo,  sem Deus, gera conflitos insuperáveis.
  • Amar a mim e a Deus, esquecendo do próximo, é impossível, porque Deus ama o meu próximo, e não posso querer um sem o outro.

Por onde começar? Quem dá o primeiro passo?

Boa notícia, o primeiro passo já aconteceu. Deus é Amor e por amor nos enviou seu filho amado. O segundo é reconhecermos que precisamos do amor de Deus e dizer-Lhe que desejamos recebê-Lo. O terceiro vem por si, para felicidade nossa e do nosso próximo.


 O verdadeiro amor tem três faces: Deus, meu próximo e eu.

Que o amor de Deus Pai, que está em Cristo Jesus na unidade do Espírito Santo, esteja sobre você hoje e sempre.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Somos frágeis

2 Corintios 4:7

7) Entretanto, este tesouro precioso - esta luz e este poder que agora brilham dentro de nós está encerrado num recipiente perecível, isto é, no nosso corpo fraco. Todo mundo pode ver que o poder glorioso que está dentro de nós tem que vir de Deus e não é nosso próprio.

                                                      'CUIDADO FRÁGIL'

     Se um dia fôssemos embalados essa seria a nossa etiiqueta para os carregadores, escrita em letras garrafais.
     Somos frágeis! Talvez, até mais do que imaginamos. Cuidamos do corpo, se bem que tem quem não liga muito. Trabalhamos demais, alimentamo-nos mal, dormimos pouco ... mas somos frágeis. Surgindo situações difíceis, sofremos, perdemos o apetite ( alguns abrem o apetite), choramos (outros riem sem parar), enfim ... somos frágeis.
     O apóstolo Paulo, apresentou sua fragilidade aos corintianos (outros frágeis?) dizendo: "temos esse tesouro em vasos de barro" para que ficasse bem claro sua fragilidade. O tesouro referido está nos versos anteriores,  quando fala do ministério que Deus havia lhe dado para ser ministro do Evangelho.
     A fragilidade encontra em Cristo Jesus a força necessária para seguir adiante. Por isso, "voce pode ser pressionado, mas não desanimado; ficar perplexo, mas não desesperado; voce pode ser perseguido, mas não abandonado; abatido, mas não destruído". Bem, parece que voce se torna o  fraco mais forte do mundo, transportando um tesouro em vaso de barro...que paradoxo. Dá para entender?
     Só dá para entender a vida cristã a partir da cruz de Cristo e Sua ressurreição. Vencendo, a última barreira, a morte. Sua vitória nos faz mais que vencedores. Não há outra explicação. Ninguem vive a vida cristã com suas próprias forças. 




                                     DEPENDEMOS DO SENHOR JESUS CRISTO

          Essa dependência, típica dos fracos, nos faz fortes, típico dos vitoriosos



    Saber quem somos, é o segredo da vitória. Somos filhos de Deus, feitos a imagem e semelhança de Deus. O Senhor Jesus deu a Sua vida por cada um de nós, nos resgatou do pecado, nos libertou do mal e nos perdoou e hoje podemos chegar a Presença de Deus Pai limpos, lavados e remidos pelo sangue precioso do Senhor Jesus. Tudo isso é grandioso demais.

                         Assim, vivemos transportando um tesouro em vasos de barro


Deixe o Senhor te moldar, transformar, embelezar, fazer tudo novo, entregue-se nas mãos do oleiro e viva essa Experiência com Deus!

Que a doce paz do Senhor Jesus Cristo te fortaleça dia após dia. 







quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Davi e Golias

1 Samuel 17

50) Assim, Davi venceu o gigante filisteu com uma funda e uma pedra. Visto que Davi não tinha espada, correu para cima de Golias, arrancou a espada da bainha do gigante e o matou com ela, e depois cortou a cabeça dele. Quando os filisteus viram que o campeão deles estava morto, trataram de fugir.
Essa é uma das maiores Experiência com Deus narrada na bíblia, até mesmo pelo tamanho dos personagens. Davi era um jovenzinho, adolescente ainda quando enfrentou o gigante Golias. Quais as chances de Davi contra Golias?
Zero! Mas, Davi havia matado um leão e um urso quando tomava conta das ovelhas de seu pai. Era um jovem sem treinamento militar e ... desacreditado, por causa da sua aparencia delicada, no meio de seus irmãos que eram jovens altos, formosos, valentes, guerreiros.

Quais as chances de Golias? Todas! A couraça dele pesava quase 57 kilos, tinha 3 metros de altura e estava armado até os dentes. Golias era apoiado por um escudeiro a sua frente e um exército na retaguarda, caso o "pirralho" fugisse por debaixo de suas pernas. A primeira fase da luta foi de insultos por parte de Golias, mas ele não insultou apenas a Davi, ele insultou o Deus de Israel, quando amaldiçou Davi em nome dos seus deuses,  e foi nesse momento que a derrota de Golias foi decretada por sua própria boca. Quando ele disse:
43) "Sou eu um cão para que você venha a mim com um pedaço de pau?" gritava o gigante furioso. E amaldiçoou Davi, em nome dos seus deuses.
 44) "Venha cá, e darei sua carne para ser comida pelas aves e pelos animais selvagens," berrava Golias.
45) Davi gritou em resposta: "Você vem a mim com uma espada e uma lança, mas eu vou a você em nome do Senhor do universo, e Senhor do exército de Israel - o verdadeiro Deus, a quem você dirigiu insultos.
46) Hoje mesmo o Senhor me dará a vitória sobre você, e eu o matarei e cortarei a sua cabeça. E os seus soldados mortos eu darei às aves do céu e aos animais selvagens, e o mundo inteiro saberá que existe um Deus em Israel!
47) E Israel ficará sabendo que o Senhor não depende de armas para realizar seus planos ele trabalha sem levar em conta os recursos humanos! Deus entregará vocês nas nossas mãos!"
49) À medida que Golias se aproximava, Davi saiu correndo a encontrá-lo e, enfiando a mão na sua sacola de pastor, tirou uma pedra e arremessou-a com a funda; a pedra acertou bem na testa do filisteu. A pedra entrou na testa, e o gigante caiu com o rosto em terra.
Depois foi fácil. Com a espada de Golias, caído, rosto no chão, Davi o matou e arrancou-lhe a cabeça.
O impossível aconteceu. Davi venceu. Sua vitória cooperou para levá-lo ao trono de Israel. 
O que Deus quer nos ensinar?
- Não olhe tanto para circunstâncias e probabilidades. Quando elas nos impressionam, sentimo-nos derrotados.
- Esqueça a guerra verbal, faça tudo em nome do Senhor Jesus Cristo.
- Seja honesto, lute com Suas armas. Usar "ferramentas" dos outros é uma estratégia ruim.
- Seja precavido. Davi só precisou uma pedra, mas se algo desse errado, tinha mais quatro de reserva.
- Seja estratégico. Não basta só coragem. Inteligência é arma imprescindível.
- Domine suas emoções. Davi não se descontrolou em nenhum momento
.
- CONFIE EM DEUS. DEPENDA DELE. VIVENDO ESSE ITEM, CASO ESQUEÇA DOS OUTROS ESTÁ TUDO BEM. 
 

Está pronto para derrotar o Golias de hoje? Viva essa Experiência com Deus ... A fé em Cristo Jesus vence a lei das probabilidades.
Deus os abençoe abundantemente em nome do Senhor Jesus Cristo.

sábado, 3 de dezembro de 2011

Ande sobre o Mar

Mateus 14

24 - ...e lá no lago os discípulos estavam em dificuldades, pois o vento tinha se levantado e eles lutavam com o mar muito agitado.
25 - perto das 4 horas da madrugada, Jesus veio até eles, caminhando por cima da água.

O texto diz claramente a situação daquele momento, mar agitadíssimo, os discípulos no barco a deriva, quando vêm alguém vindo andando por sobre as águas.


26 - Eles gritaram de medo, pois pensaram que fosse um fantasma.


27 - Mas Jesus logo tranquilizou-os dizendo-lhes: "Não tenham medo, sou Eu!"

Imagine a cena, entre dentro desse barco, visualize você ali junto com os discípulos, veja a tempestade, a embarcação balançando pra lá e pra cá, quase a virar, as ondas se agigantando, o vento soprando muito forte. Você e os outros agarrando a vela, sim porque era barco a vela, tentando manter o barco equilibrado, a água arrebentando na proa, invadindo o barco e de repente você olha e vê um vulto se movimentando no meio do mar e o pior, vindo em direção a vocês. Assustador!!!!

Mas ao ouvirem a voz de Jesus, imagino que o coração desacelerou um pouco, porém, Pedro, impetuoso, como sempre, diz:

28 - ..."Senhor, se realmente é o Senhor, diga-me que eu vá caminhando por cima da água até onde o Senhor está".
29 - ... Disse o Senhor: "Venha"! Assim, Pedro saiu do barco e caminhou por cima da água em direção de Jesus.

Vocês podem imaginar que experiência maravilhosa foi essa! Pedro foi o único homem, até o dia de hoje, que caminhou em cima das águas do mar, e de um mar agitadíssimo por forte tempestade. Que Experiência Com Deus fantástica foi isso. Creio que esse pedido de Pedro atrasou a chegada de Jesus ao barco, pois Ele parou no meio do mar e esperou por Pedro, e enquanto isso no barco,  os outros discípulos deviam estar assistindo a tudo paralisados. 

Mas, eu gostaria de falar em particular sobre as palavras de Pedro para Jesus naquele momento ... Pedro duvidou da presença de Jesus, ele também pediu uma prova de que era Jesus mesmo, e foi atendido, mas AFUNDOU.

30 - Mas quando Pedro olhou em volta para as ondas altas, ficou cheio de pavor e começou a afundar. "Salva-me Senhor!" gritou ele.
31 - NO MESMO INSTANTE Jesus estendeu-lhe a mão e o salvou. "Oh! homem de tão pequenina fé, porque você duvidou?" disse Jesus.

Quantas vezes nós já não tivemos a mesma atitude de Pedro? Quantas vezes nós já usamos frases parecidas com a de Pedro ... "Se o Senhor é comigo ..., "Se o Senhor está ouvindo minha oração..., Se o Senhor está em minha vida? Etc, etc, etc
E Jesus responde como respondeu para Pedro, o Senhor confirma a Sua Presença e quer que nos lancemos na situação, que encaremos o problema de frente, e diante da palavra do Senhor, nós vamos,  esquecemos a força do mar, do vento, o tamanho das ondas, e olhamos só para Jesus, começamos a viver o maravilhoso de Deus, mas como Pedro, tiramos os olhos do Senhor e olhamos de novo para o problema, e então, ficamos com medo, perdemos a oportunidade de viver algo maior com Deus. 

Eu creio que se Pedro continuasse olhando para Jesus, a experiência com Deus que já estava sendo tremenda seria ainda muito maior, eu creio que ele chegaria até onde estava Jesus, que o Senhor autorizaria a ele mesmo dar ordem ao mar e ao vento para se aquietar, que eles juntos e abraçados voltariam para o barco, diante dos olhos arregalados de todos. 

Mas, mesmo afundando,  não se pode negar a experiência maravilhosa de Pedro ... Ele andou sobre o mar! ... Ele afundou, mas ele andou sobre o mar ... mas ele afundou, mas ele andou sobre o mar!

Deus os abençoe hoje e sempre. 

Fique Atento a Voz do Senhor


Ontem eu não postei nenhuma mensagem aqui, porque não sentia nenhuma inspiração vinda da parte de Deus. Logo pela manhã, após minha oração costumeira, vim para o computador terminar um trabalho e sem querer vi essa foto de Pedro e Jesus,  parei, ela me chamou a atenção, admirei-a, achei-a muito bonita, viva, então imediatamente salvei-a no meu computador. Em seguida continuei o que estava fazendo, depois desliguei o computador e fui trabalhar, pois havia muitas coisas para fazer, clientes para atender, em fim fora um dia bem agitado. A noite estava exausta, mas ainda assim vim até aqui para ver se alguma ideia surgia ... não, nada ... fui me deitar e cansada, logo peguei no sono.

Quando acordei, ainda na cama, me lembrei dessa foto e como num raio de luz eu entendi tudo ... e então disse para comigo mesmo ... mas como de vez em quando você fica lerda hein! Claro, ontem o Senhor falara comigo sim,  logo pela manhã Ele me dera a mensagem para colocar aqui, foi naquele momento, quando vi essa foto,  o Senhor falava comigo, mas eu não estava atenta a voz do Senhor.

É isso mesmo amados, quantas vezes ficamos distraídos, ocupados e preocupados com nosso dia a dia e não nos apercebemos da presença de Deus.

Muitas vezes oramos, pedimos algo ao Senhor, clamamos a Ele, suplicamos por uma benção, com o coração cheio de fé, firmados na Palavra que diz que o Senhor ouve nossa oração, que Ele disse clama a Mim e Eu te responderei, que quem pede, recebe, quem busca, acha e a quem bate, a porta se lhe abre.

Mas quantas vezes paramos para ouvir a voz do Senhor nos respondendo? Quantas vezes paramos um momento para receber a orientação que nos trará aquela tão sonhada benção? O Senhor ouve a nossa voz, mas pouquíssimas vezes nós paramos para ouvir a voz de Deus, para ouvir a resposta de Deus a nossa oração, para até mesmo vermos a concretização daquele sonho que o Senhor já realizou e nós ainda continuamos a esperar por ele.

É preciso estarmos atentos irmãos, para não perdermos nenhuma oportunidade de termos um encontro com Deus, de ouvirmos a Sua voz. Ontem eu pensei que estava atenta, disposta, alerta e no entanto eu estava era dormindo, mas hoje eu despertei no corpo e no espírito.

Desejo que você esteja atento para não perder nenhuma oportunidade de ter uma Experiência com Deus.

Que a doce paz do Senhor Jesus Cristo esteja com todos vocês!

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Meu Rebanho

Olá amados e amadas do Senhor Jesus, a cada dia eu fico mais extasiada com o nosso Senhor. Sim, a palavra é extasiada, porque é um êxtase maravilhoso a Presença de Deus em nossa vida. Quando o Espírito Santo começa a se aproximar, a sensação é de uma adolescente que vê chegando o seu amor, o coração aquece, o corpo quase levita, os olhos brilham, um sorriso doce aparece nos lábios e tudo se torna Amor.

Mais uma vez o Senhor confirma o propósito desse blog, é uma Experiência com Deus a cada dia. Quando eu fiz o blog julguei que o Senhor queria que eu contasse algumas das experiências com Deus que eu já tive, mas estava enganada, porque o Senhor tudo renova a cada manhã. Vocês já irão entender o porque dessa introdução.

Em meu momento de oração de hoje, ao abrir a bíblia (Bíblia Viva) meus olhos foram para o seguinte texto:


João 21

15) Depois da refeição, Jesus disse a Simão Pedro: "Simão, filho de João, você Me ama mais do que estes outros?" "Sim", respondeu Pedro, "O Senhor sabe que eu sou seu amigo". "Então pastoreie os meus cordeiros", disse Jesus.
16) Jesus repetiu a pergunta: "Simão, filho de João, você Me ama de verdade?" "Sim, Senhor", disse Pedro. "O Senhor sabe que eu sou seu amigo". "Então cuide das minhas ovelhas", disse Jesus.
17) Mais uma vez Ele perguntou: "Simão, filho de João, você é mesmo o meu amigo?" Pedro ficou triste porque Jesus fez a pergunta pela terceira vez. "O Senhor conhece o meu coração; o Senhor sabe quem eu sou", disse ele. Jesus disse: "Então pastoreie as minhas ovelhinhas.


Imediatamente peguei a caneta e anotei o que o Espírito falou ao meu coração:

                                            PASTOREIE O MEU REBANHO
                                            APASCENTE OS MEUS CORDEIROS
                                            CUIDE DAS MINHAS OVELHAS

Brilhou aos meus olhos o pronome possessivo que o Senhor Jesus usava ao fazer seu pedido a Pedro. Ficava muito claro que somos de Jesus, independente da religião, da igreja ou do ministério ao qual pertencemos, esse pertencer é só pro forma,  porque na verdade pertencemos, Somos de Jesus.

Após ter anotado os pontos chaves do texto, emocionada fui reler o mesmo na bíblia e qual não foi minha surpresa ao perceber que em nenhuma linha está escrito a palavra REBANHO. Pensava comigo ...- não pode ser, eu vi claramente escrita a palavra Rebanho, e essa palavra piscava em minha mente feito luzeiro.

Fiquei confusa por alguns momentos ... de repente parei .... sim, era o sinal do Senhor ...Ele estava me falando que era para escrever sobre esse texto no blog e afirmando mais uma vez que somos Dele, que nada nem ninguém pode nos separar do Seu Amor, que somos o "Seu" Rebanho.

 E essa palavra Rebanho foi o Senhor quem escreveu, o autor não escreveu isso, nem mesmo em outras versões está escrito assim nesse texto, porque eu fiquei tão confusa que fui procurar em outras versões se estava escrito a palavra Rebanho ... não estava .

Acho que o Senhor ficou rindo de mim, porque Ele estava simplesmente me dando mais Uma Experiência com Deus.

Que a doce paz do Senhor Jesus Cristo, esteja sobre cada um de vocês.

LIBERDADE - FORÇA E VISÃO

Voar como Águia Todos queremos ser livres, mas como podemos conseguir a tão sonhada liberdade neste mundo cheio de barreiras, dificu...