quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Comunhão


Quando o anjo vem anunciar a Maria o nascimento de Jesus, o Filho de Deus, ela alega que como poderá isso acontecer se ela não conhece varão. Então responde-lhe o anjo:
"Descerá sobre ti o Espírito Santo e o poder do Altíssimo te envolverá com a sua sombra"  (Lc 1.35)

Como Maria, toda mulher, na qual desça sobre ela o Espírito Santo e o poder do Altíssimo está apta a gerar filhos de Deus. Ser envolvida pelo poder do Altíssimo através do Espírito só é possível casando-se com Jesus Cristo, o filho de Deus.

Casar significa separar-se do mundo de solteira e passar a viver para seu marido, seu novo lar e gerar filhos. É assim também ao casarmos com Jesus. Deixamos tudo que vivíamos até aquele momento e passamos a viver para Ele, com Ele, somos revestidos do Espírito Santo e o poder do Altíssimo nos envolve e podemos assim gerar filhos de Deus e para Deus.

Eva com a desobediência gerou maldição para a humanidade, o pecado capital,  mas Maria com a obediência gerou redenção em Cristo Jesus. 

As freiras usam uma aliança na mão esquerda, significando que estão casadas com Jesus. Casamento é união e com Jesus é mais que isso é Comunhão. Por isso que os sacerdotes também usam uma aliança na mão esquerda como sinal de união com Jesus Cristo, abdicando-se de seus direitos como homem carnal, para viver vida com Cristo.

O verdadeiro homem de Deus se apaga para que apenas Jesus Cristo brilhe, como José, pai de Jesus na terra. Ele quase não aparece na Bíblia, mas por sua obediência tudo foi feito com ordem e decência. Ele honrou Maria, a mãe do filho de Deus, ele salvou Jesus de Herodes, fugindo com eles para o Egito, na volta do Egito, por divina advertência não foi para Judeia, mas foi para a Galileia, para Nazaré, para proteger Jesus. (Mateus 2:22,23)

Sob a proteção de José e os cuidados de Maria crescia o menino Jesus e se fortalecia, enchendo-se de sabedoria e a Graça de Deus estava sobre Ele. Jesus crescia num lar tranquilo, cheio de amor, respeito e reverência a Deus através de seus pais José e Maria. 

Esses textos deixam muito claro como deve ser a conduta do homem e da mulher no mundo, ao viver em comunhão com Deus por Cristo Jesus.

Comunhão é muito mais do que união, é estar olhando para a mesma direção, visando o mesmo alvo, é pensar da mesma maneira, é sentir a mesma emoção, é um comunicar-se de alma para alma, mesmo que os corpos estejam distantes. Comunhão com Jesus Cristo é tornar-se um com Ele. É isso que o crente deveria sentir quando toma a Santa Ceia, o católico quando toma a hóstia na comunhão, os jovens quando fazem a Primeira Comunhão na igreja católica e os que se batizam na igreja evangélica.

Comunhão, palavra tão usada nos templos, mas tão pouco entendida e praticada na vida do dia a dia. Quando você está em comunhão com Cristo, o amor de Deus Pai te envolve de maneira tal que todo seu ser sente a grandeza da vida, o Espírito Santo desce sobre ti e o poder do Altíssimo te cobre e é nessa hora que seus pedidos são imediatamente ouvidos e atendidos, por Deus Pai, em nome do Senhor Jesus Cristo.

Que em comunhão com Cristo, sob o poder do Altíssimo possamos gerar filhos de Deus sobre a face da terra. Amém!





terça-feira, 25 de setembro de 2012

Inimigos rendidos

Atos 20:22,24 
Paulo fala aos da igreja de Éfeso.

(22) E agora vou para Jerusalém, para lá MANDADO PELO ESPÍRITO SANTO, não sabendo o que me espera ali, a não ser o que o Espírito Santo me tem dito, de cidade em cidade, que eu tenho pela frente prisão e sofrimento. Mas a vida não vale nada, a não ser que eu viva para fazer a obra que o Senhor Jesus me destinou 

 A OBRA DE CONTAR AOS OUTROS
 A BOA NOVA DA GRAÇA E DO AMOR DE DEUS.

21.3 Aportamos em Tiro
Os discípulos de Tiro avisaram a Paulo - o Espírito Santo profetizava por meio deles - QUE NÃO SEGUISSE PARA JERUSALÉM.

Mas no versículo 20.22 não diz que foi o Espírito Santo que mandou Paulo para Jerusalém? Como agora o Espírito Santo diz através dos irmãos de Tiro para Paulo não ir para Jerusalém?

Duas coisas ficam bem claras aqui:
1 - que quando  você recebe uma Palavra do Espirito Santo diretamente para você, você deve permanecer nela e não aceitar a palavra de quem quer que seja, por mais que sejam muitos ou até com autoridade sacerdotal, permaneça no que o Espírito disse à você.

2 - que os discípulos de Tiro não souberam especificar ou entender o que o Espírito Santo lhes dizia, pois Ele lhes mostrava o que Paulo passaria em Jerusalém, mas o pedir para Paulo não ir para lá era do coração deles que amavam a Paulo e queriam evitar esse sofrimento a ele.

Isso fica ainda mais evidente quando Paulo chega a Cesareia e Ágapo, um profeta, mostra o que acontecerá com Paulo em Jerusalém (vers. 11). Ágapo já profetiza exatamente o que o Espírito Santo lhe mostra, porém os cristãos do lugar suplicam a Paulo para não ir para Jerusalém, em vista do que fora profetizado que lhe aconteceria lá. (Profetizar é mostrar, falar, divulgar, tornar conhecido algo que já é concreto no plano espiritual e que somente Deus pode mudar, como no caso da doença de Ezequias).

Porém Paulo permanece firme na ordem que recebeu do Espírito Santo, mesmo porque Paulo já sabia de tudo isso, o próprio Espírito Santo já havia falado com ele e Paulo diz:

Por quê esse choro todo? Vocês estão me despedaçando
o coração! Pois eu estou pronto não somente para
ser preso em Jerusalém, mas também morrer
por causa do Senhor Jesus!

E você? Está disposto a enfrentar qualquer coisa por causa do Senhor Jesus? Lembre-se que quanto mais cheio você estiver do poder do Espírito Santo, mais forte será o ataque do inimigo em sua vida, ele quer te parar de qualquer jeito.

 Dia desses li algo que fez muito sentido. O escritor comparava a vida do cristão com um barco cheio de preciosas riquezas, e dizia que os piratas não atacavam barcos vazios, eles se preparavam para atacar barcos cheios de grandes tesouros, quanto maior a carga de tesouros maior era o ataque, porém ao ler isso meus olhos visualizaram Jesus Cristo de pé na proa, o barco se aproximando do barco pirata, os demônios todos preparados para o ataque, mas quando vêm Jesus de pé, na Luz que enceguece seus olhos, caem de joelhos e nosso barco passa sem nenhum arranhão, navegando em águas mansas. Glórias a Ti, Jesus!




quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Filhos e Pais III

Na postagem anterior deixamos em aberto quais eram as atitudes de José e Maria na criação do Senhor Jesus e que deveríamos seguir.

José e Maria eram discretos, a bíblia diz que Maria guardava tudo no coração. Quando o anjo anuncia a Maria que ela seria a mãe do Salvador, ela simplesmente se aquieta, ela faz a vontade de Deus. Ela tinha conhecimento das Escrituras, das promessas de Deus para o povo de Israel, ela tinha conhecimento de Deus. 

O mesmo se dava com José, ele era homem temente a Deus, com conhecimento das Sagradas Escrituras e das promessas de Deus. Foi obediente a voz do Senhor, recebeu, educou e criou o filho de Deus na terra. Passou para ele valores de hombridade, integridade e, quiçá, até de letras e conhecimentos, porque Jesus era um homem culto e passou seus conhecimentos para os discípulos, pois as pessoas os conheciam pela postura e o falar deles.

José e Maria criaram Jesus na Graça e no Conhecimento - GRAÇA E CONHECIMENTO, eis a receita para a criação de filhos de Deus, de enviados de Deus Pai.

A Graça que está em Cristo Jesus e o Conhecimento que está nas Escrituras Sagradas, especialmente conhecimento das verdades pregadas pelo Senhor Jesus Cristo, que disse:

E conhecereis a Verdade e a 
Verdade vos libertará.
podemos dizer assim também:
E conhecereis a Jesus Cristo e
Jesus Cristo vos libertará.

Porque Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida.

Você tem falado de Jesus para seus filhos? Você tem contado para seus filhos as parábolas que Jesus contou? Você tem ensinado a eles porque Jesus sofreu tudo o que sofreu aqui na terra? Seus filhos sabem porque existe o batismo e o que ele significa? Seus filhos sabem porque devem ir à igreja? Por que devem ler as Escrituras, a Bíblia? Seus filhos sabem o poder da oração baseada na Palavra de Deus?

As perguntas são muitas. Pergunte-se a si mesmo. Você sabe as respostas a essas perguntas? Se não sabe, ainda é tempo de aprender para ensinar depois. Cabe a nós, pais alicerçarmos nossos filhos para a missão a que eles foram chamados a executar. Ainda há tempo! Se os filhos conhecerem a Jesus, eles conhecerão a Verdade, e a Verdade os libertará de qualquer armadilha que Satanás os tenha prendido ou esteja tentando prendê-los.

Revistamo-nos da Verdade, do Caminho e da Vida que está em Jesus Cristo. Amém! 


Filhos e Pais II


Na postagem anterior Filhos e Pais vimos que essa geração é aquela que vem com a Marca das Promessas de Deus, promessas de bençãos, de mudanças, de um novo tempo para a humanidade, tempo de evolução, tempo de transformação, tempo de comunhão com Deus Pai.

Satanás tem dilacerado as famílias para que os filhos fiquem jogados sem ter quem os conduza. Tem especialmente, desde muito tempo, investido na vida dos homens - chefes de família, através de bebidas, orgias, jogos, drogas, desequilibrando a vida familiar e deixando as crianças e os jovens sem retaguarda.
Depois, Satanás começou a investir nas mulheres, mães, esposas, colocando desejos de consumo em seus corações, vaidades, sensualidades e elas foram se deixando tornar objeto de uso sexual, verdadeiras intermediárias de Satanás na terra.
Agora, Satanás está investindo nos jovens e nas crianças, que se tornam presas fáceis para serem levadas a todo mal que ele já preparou de antemão: drogas, álcool, baladas, pornografias, jogos de internet, programas de televisão escandalosos, todas as facilidades que as trevas oferecem.
E cabe a nós pais, servos de Deus, a quem tem sido dado visão e compreensão, entrarmos para o Exército de Cristo, nesta guerra final, que já se começou a travar na terra. 

Homens e mulheres, temos de seguir o exemplo de José e Maria. E como se portavam José e Maria? Você vai saber isso na próxima postagem.




Filhos e Pais


E este é o meio de obter a vida eterna: 
conhecer o ÚNICO Deus verdadeiro, 
e a Jesus Cristo que o Senhor 
ENVIOU a terra.
João 17.3

Deus Pai enviou Jesus a terra. Jesus estava com o Pai, repleto de glória ainda antes do principio do mundo. E quando Deus enviou Seu Filho a terra, Ele precisava de pessoas especiais e preparadas para serem pais terrenos de Jesus.

Muitos foram enviados antes de Jesus preparando-Lhe o caminho, a Sua chegada. Exemplo bem visível e claro disso foi João Batista e ele mesmo dizia: "Eu vim preparar o caminho para o Messias". E todos os demais profetas do Velho Testamento vinham falar do Messias e preparar Israel para Sua chegada.

Porém havia duas pessoas que foram instruídas e preparadas pelo próprio Pai para receber Seu Filho Amado - José e Maria. Para um filho tão especial era preciso pais muito especiais.

Essa regra não mudou: para filhos especiais que farão a diferença no mundo, é preciso pais especiais que fazem a diferença no mundo. Nós, pais, temos de ser o intermediário entre Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito Santo e nossos filhos.

Essa geração que está aí fará a grande mudança no mundo; nossos jovens, nossos adolescentes e nossas crianças que já estão aqui e as que ainda virão, vêem com a Marca das Promessas de Deus Pai para a humanidade, antes que venha o último dia, o Dia do Julgamento do Senhor, e o Pai não quer que nenhum se perca.

E Satanás sabe disso, sabe que Deus Pai tem enviado esses seres especiais para fazerem a mudança do planeta e por causa disso tem intensificado sua ação junto aos jovens e crianças. Ele tem usado tudo que pode e que está ao redor para influenciar e desviar os enviados de Deus. E como Satanás tem feito isso? A resposta está na próxima postagem, me acompanhem nessa Experiência com Deus trazendo instruções preciosas para nossos corações.

Deus os abençoe hoje, amanhã e sempre vocês pais, e vocês filhos.

terça-feira, 4 de setembro de 2012

Por quê duvidar?

João foi o profeta que anunciava a vinda do Messias. Foi o profeta que quando Jesus chegou até ele para ser batizado, viu o Espírito Santo descer sobre Jesus em forma de pomba. João foi o profeta que no momento em que batizava Jesus ouviu uma voz do céu dizendo: 


Este é meu Filho Amado em quem
me comprazo (Mateus 3.17)

E no entanto, quando João foi preso e estava por isso, impedido de continuar seu trabalho e com certeza ele sonhava em continuar sua missão ao lado de Jesus, sonhava em andar com o Messias, então quando seu sonho se frustra e ele se vê na prisão ele duvida , fica incerto se este seria mesmo o Messias.

Por quê João duvida?

Acredito que João questionava dentro do seu coração  por quê o poder e a grandeza do Messias não estava operando a seu favor? Ele, João, mais do que qualquer um outro sabia do poder e da grandeza que o Messias vinha revestido. Ele dava testemunho de Jesus, o seu espírito conhecia o espírito do Senhor e isso desde o ventre materno, pois quando Maria, mãe de Jesus fora visitar Isabel, mãe de João, e as duas estavam ainda grávidas deles, quando se deu esse encontro das duas a bíblia diz que o  ventre de Isabel estremeceu ao encontrar-se com Maria. João era só um pouquinho mais velho do que Jesus.


Provavelmente, ali na prisão, João se sentiu sozinho e abandonado diante daquele circunstância, pois afinal ele era aquele que passara a vida dando testemunho de Jesus, anunciando o Messias que agora estava ali vivendo entre o povo.

Seus planos e sonhos estavam sendo frustrados e não era isso que João imaginava que aconteceria com ele quando Jesus chegasse. E então entra a dúvida no seu coração e ele manda seus discípulos ao encontro de Jesus para lhe perguntar se Ele era mesmo o Messias ou se deviam esperar outro?

Quando João ouviu, no cárcere, falar das obras de Cristo,
mandou por seus discípulos perguntar-lhe:
És tu aquele que estava para vir ou havemos de esperar outro?
(Mateus 11:2-3)

Creio eu, que Jesus deixa os discípulos de João um bom tempo ali esperando antes de lhes dar oportunidade de o questionarem como João mandou e isso para que nesse tempo de espera eles pudessem presenciar os milagres Dele, Jesus, no meio da multidão, e então quando eles chegam até Jesus e lhes faz a pergunta, Jesus responde:

E Jesus, respondendo, disse-lhes:

Ide e anunciai a João o que estais ouvindo e vendo:
os cegos vêem, os coxos andam, os leprosos são purificados, 
os surdos ouvem, os mortos são ressuscitados, e aos pobres 
está sendo pregado o evangelho.
E bem-aventurado é aquele que não achar em mim motivo de tropeço.
(Mateus 11:4-6)

Nesta última frase de Jesus, que está no versículo 6, fica claríssima a resposta direta de Jesus para João, era um recado de espírito para espírito.

BENDITO, FELIZ É AQUELE QUE NÃO
DUVIDAR DE MIM!

E você, também tem duvidado de Jesus em seus momentos de angustia? Também tem duvidado de Jesus quando seus sonhos são frustrados? Também tem duvidado de Jesus quando Ele não vem com a solução que você esperava? Também tem duvidado de Jesus quando você não é tratado pelo Mestre como alguém diferenciado dos demais?

Provavelmente o testemunho maravilhoso, estupendo e grandioso de Jesus a respeito de João ele nunca ficou sabendo, os que estavam ali presentes naquele momento souberam, o mundo ficou sabendo através das escrituras, mas João só veio a saber lá na glória.

Não duvide do teu Senhor Jesus, Ele nunca frustra nossos planos, mas nem sempre o Seu agir vem da forma que pensamos ou esperamos. Jesus jamais dará motivos para que nos tornemos orgulhosos ou nos sintamos melhor do que os demais. Ele nunca permitirá que percamos a eternidade por causa de um momento de glória na terra, e não permitirá que a humildade seja sufocada pelo soberba e te derrube e te afaste Dele. Ele cuida de você tenha certeza disso!




LIBERDADE - FORÇA E VISÃO

Voar como Águia Todos queremos ser livres, mas como podemos conseguir a tão sonhada liberdade neste mundo cheio de barreiras, dific...